Uma partidinha de vôlei com os amigos sempre cai bem. Ainda mais quando você tem uma bola de vôlei adequada para o seu perfil de prática esportiva.

Mas você sabe qual bola de vôlei é melhor para o seu jogo?

Seja na quadra ou na areia, é preciso distinguir qual bola é a melhor opção.

Um jogo na brincadeira requer uma bola diferente de um treino ou uma partida de campeonato.

Por isso, trouxemos para você algumas dicas de qual bola de vôlei escolher quando for comprar a sua.

Confira:

Tipos de bola de vôlei

Para as crianças, os modelos pedagógicos ou infantis

Bola de vôlei para crianças

Elas são mais leves e macias para não machucar os braços na hora de fazer a recepção, a famosa manchete.

Esse tipo de bola costuma ser costurada e de espuma.

 

Bola de vôlei para iniciantes

A melhor bola de vôlei para iniciantes precisa ter um toque agradável, aliada à circunferência e peso oficial.

 

Bola de vôlei para treinos e competições

Já as bolas de treino e competição são mais duras e pesadas.

Elas normalmente são revestidas em couro sintético ou macio, com tiras coladas ou costuradas.

Além disso, precisam ter a aprovação da Federação Internacional de Voleibol (FIVB), que a qualifica como adequada para qualquer competição internacional.

 

Bola de vôlei de praia

Bola de vôlei de praia

Para o vôlei de praia, as bolas geralmente são de material resistente à umidade, como PVC ou couro, que conferem maior resistência para atritos com a areia.

 

IMPORTANTE

Como visto, as bolas de jogo são mais duras e pesadas.

Por isso é preciso cuidado na hora de escolher a bola certa para o seu perfil.

Uma bola dura e pesada pode aumentar o risco de lesões em quem está começando a praticar vôlei e ainda dificultar e execução das jogadas.

 

Peso da bola de vôlei para cada idade

Peso da bola de vôlei

Até os 11 anos, o peso ideal da bola de vôlei é de 200 a 220 gramas.

Dos 11 aos 13, o peso deve estar entre 230 e 250 gramas.

Já dos 13 anos em diante, pode ser de 260 a 280g.

 

Diferença entre bola de vôlei de quadra e de areia

Sim, elas têm diferença.

E não são poucas.

Confira abaixo:

Bola de vôlei de quadra

Bola de vôlei de quadra

A bola de vôlei de quadra deve ter entre 65-67 centímetros.

O material geralmente é em couro ou couro sintético e sua pressão tem que estar entre 0,3 e 0,325 kg/cm².

As bolas de quadra precisam ser coloridas, porque assim facilitam a boa visualização da bola para os jogadores e a torcida.

Para os telespectadores também, se a partida for televisionada.

As cores devem ser preferencialmente claras e contrastantes com as cores da quadra.

Bola de vôlei de praia

Bola de vôlei de praia

As bolas de vôlei de praia devem ser mais leves e um pouco maiores, entre 66-68 centímetros.

Ela precisa ser revestida em material impermeável, como PVC, que a torna mais resistente aos atritos e choques com a areia.

Pode ser também em couro, couro sintético ou outro material que não absorva umidade

Sua pressão é menor que a de quadra, ficando entre 0,175 e 0,225 kg/cm²

Portanto, quando for comprar uma bola de vôlei de praia, observe se ela tem as características recomendadas com relação ao peso e ao material, que fazem com que ela sofra menos variantes no ar.

Outra diferença é em relação às cores.

A bola de vôlei de praia precisa de uma variação de cores mais vibrantes e fortes, o que proporciona uma melhor visibilidade aos jogadores sob a luz intensa do sol.

 

Como limpar bola de vôlei

Como limpar bola de vôlei

A Penalty tem um produto chamado Sport Cleaner que ajuda na limpeza de bolas e outros materiais esportivos, como tênis e luvas.

Em formato de pastilha efervescente, o Sport Cleaner deve ser diluído em 100 ml de água durante cerca de 8 minutos.

Depois, é só aplicar o líquido com o lado espumado da esponja na bola ou no equipamento a ser limpo.

Após a limpeza, basta retirar o excesso do produto com um pano úmido.

Como cuidar da bola de vôlei

Bolas de vôlei de boa qualidade podem durar por muito tempo, mas talvez você precise gastar um pouco mais na hora da compra.

No entanto, independente do preço gasto e do material da bola, elas sempre precisam de certos cuidados para continuarem “inteiras”.

Um essencial é:

Não deixe sua bola de vôlei murcha!

Isso pode ocasionar o descolamento dos gomos. Aí, adeus bola.

Cuidado com o local do jogo

É preciso cuidado com o terreno para jogar, porque pode estragar a bola de vôlei

Ruas ou locais de asfalto, com pedras e terra batida podem causar um desgaste maior no material da bola, e até cortar ou furar o produto.

Por isso, todo cuidado é pouco.

Mais cheia ou mais vazia?

Uma bola murcha ou cheia demais pode gerar desconforto e até lesões nos jogadores.

Sem a pressão ideal e recomendada, ela pode responder de forma imprecisa aos toques e lances, fazendo trajetórias erradas no ar e prejudicando muito o desempenho da partida.

 

E aí, meus novos Gibas, o post “Bola de vôlei: como escolher a ideal para o seu jogo?” te ajudou a solucionar alguma dúvida?

Para quem curte um basquete, temos também um post sobre a bola certa para sua partida. Confira: Bolas de basquete: como escolher?

 

Confira bolas e diversos produtos de vôlei para a sua partida no site da Fut.

Banner bola de vôlei

 

 

Deixe seu comentário!