As bolas da Champions League com certeza são um show à parte na competição e para os fãs de futebol é quase impossível não reconhecê-la quando vê uma.

Mas ela nem sempre teve esse design cheio de estrelas tão característico.

A primeira bola da Champions com as estrelas foi em 2001, com a Adidas Finale Champions League Ball.

Bolas da Champions League: Finale 1

 

A famosa bola estrelada foi a primeira da Adidas para a Champions, depois de vencer o contrato sobre sua grande rival, a Nike, até então fornecedora das bolas para a competição europeia.

Só que no início a bola estrelada era normalmente usada somente para a fase eliminatória, e uma variedade de bolas de outras ligas envolvidas eram usadas para as fases iniciais.

A primeira bola estrelada, a Adidas Finale da Champions League, era branca com estrelas em prata/cinza.

Durante os anos, seu design não mudou muito, a não ser pelos esquemas de cores.

A partir de 2010, os painéis da bola foram moldados como estrelas com o logotipo da competição. Em sua estreia, o então CEO de eventos da Uefa, Danid Taylor, disse que era a melhor bola que já havia visto. “Eu diria até que não é de futebol, é mais uma obra de arte”, declarou.

Quando era fabricada pela Nike, as bolas feitas para a Champions League eram geralmente brancas, com a logo da fabricante em destaque.

 

Quer saber como eram as outras bolas da Champions League? Então continua com a gente!

 

História das bolas da Champions League

Bolas da Champions League: Todas as bolas

Imagem: Goal

 

A bola estrelada, a Adidas Starball, tornou-se sinônimo de Champions League desde sua introdução, em 2001, quando o Bayern de Munique derrotou o Valência, em Milão, na primeira final com essas bolas icônicas.

Bolas da Champions League: Élber

O brasileiro Élber, do Bayern, com a “Finale 1”. Foto: REUTERS/Paul Hanna

Essas primeiras bolas da Champions League com a Adidas eram cosidas à mão.

No entanto, a tecnologia evoluiu e já em 2004, a Finale Aufschalke, lançada antes da final em Gelsenkirchen, representou uma enorme inovação.

A bola de 32 painéis usou uma tecnologia de ligação termal dos gomos em vez de serem cosidos à mão.

Bolas da Champions League: Eusébio e Klisman

Os ex-jogadores Eusébio e Klisman segurando a taça da Champions e as bolas Finale Aufschalke. Foto: Stuart Franklin/Getty Images.

 

Na temporada de 2005, as bolas usadas nas finais da Champions passaram a ser utilizadas também nos outros jogos da competição.

Mas já no ano seguinte, uma nova tradição teve início. A Finale Paris foi a primeira bola desenhada especificamente para a final, para ser utilizada somente pelo time vencedor na temporada seguinte.

Também com ligação termal, como as bolas das finais seguintes, a Finale Paris representou uma quebra com a tradição do design das bolas da Champions League até então, apresentando um novo desenho de 14 painéis, o que a tornou mais redonda, macia e mais fácil de controlar.

Bolas da Champions League: Finale Paris

Foto: Laurence Grifftihs/Getty Images

 

Além disso, a Finale Paris foi a primeira das bolas especiais de final a usar o vermelho em suas estrelas. O azul estava nas bordas dos desenhos, tudo em um fundo branco em que se completavam as cores da bandeira da França.

A partir dessa época, as bolas da Champions League passaram a incorporar mais elementos relacionados com a identidade visual da cidade-sede do jogo final.

A Finale Moscou, de 2008, tinha estrelas vermelhas, além de cores e desenhos que aludiam ao Kremlin e às cúpulas das catedrais da capital russa.

A Finale Roma, usada em 2009, trazia referências à cultura romana e tons de dourado.

Uma bem característica com a cidade da final foi a Finale London, de 2011, uma das mais fiéis ao seu lugar de origem.

Ela tinha suas estrelas vermelhas fazendo referência a São Jorge, patrono da Inglaterra, com dois leões brigando pela taça da Champions.

Bolas da Champions League: Finale London

Foto: Valerio Pennicino/Getty Images

 

Em comemoração aos 50 anos da Champions League, a bola da final de 2013 ganhou um tema especial. Disputada novamente em Wembley, a bola fez alusão às outras finais disputadas no estádio.

Bolas da Champions League: 50 anos

Foto: Divulgação/Adidas

 

Bola da final da Champions 2020

Depois de uma viagem pelas icônicas bolas da Champions League, chegamos em 2020 e à versão atual da bola da maior competição de clubes do mundo.

A final será dia 30 de maio, em Istambul, na Turquia, e a Finale Istambul já está rolando nos campos europeus desde às oitavas de final, iniciadas no dia 18/02.

A grande decisão retorna ao palco onde a Europa e a Ásia se fundem, trazendo em seu design uma interpretação artística desenhada à mão, com o mapa da cidade de Istambul.

 

Bolas da Champions League: Finale Istambul

Foto: Divulgação /Adidas

A bola traz no fundo o mapa de Istambul em tons de roxo, inspirados pelo pôr do sol da região. O destaque principal da Finale Istambul é a representação do Estreito de Bósforo circundando toda a bola.

As tradicionais estrelas da Champions, tão características da bola, aparecem em branco, com contorno preto. Nos gomos principais, os logos da Adidas, da UEFA Champions League e da final Istambul 2020 ganham destaque.

Confira a Finale Istambul na Fut

 

Bom, essa foi nossa viagem pelas bolas da Champions League ao longo dos anos. Esperamos que você tenha curtido o passeio.

Aproveite e confira mais bolas da Champions, como a Finale Istambul, com preços mais acessíveis. Vem ver!

 

Veja também – Bolas de futebol baratas para comprar: escolha a sua e bora pro Fut

Cadastre seu e-mail e seja o primeiro a receber ofertas imperdíveis!

Preferências Selecione ao menos uma alternativa em cada coluna abaixo

Deixe seu comentário!