Salve Fanáticos! As olimpíadas já acabaram, mas nos mostrou histórias lindas que merecem ser contadas. Por isso, hoje viemos contar a história da Rayssa Leal, a Fadinha do Skate entrou para a história dos jogos olímpicos, não só por fazer parte do primeiro pódio do skate street em olimpíadas, mas também por ser a atleta brasileira mais jovem da história a conquistar uma medalha olímpica.

Rayssa Leal

Julhia Rayssa Mendes Leal, nasceu em 04 de janeiro de 2008, em Imperatriz, no Maranhão, ou simplesmente Rayssa Leal, é uma jovem skatista brasileira que com apenas 13 anos conquistou a medalha de prata nos jogos olímpicos de Tóquio 2020.

A menina começou a andar de skate aos 6 anos quando ganhou o primeiro skate. Apesar de pequena, Rayssa não teve medo de realizar suas primeiras manobras e já chamou a atenção para o seu talento em cima do skate.

Em 2015, aos 7 anos de idade, Rayssa Leal saiu do interior do Maranhão com sua família e foi de ônibus até Blumenau, SC, participar do primeiro Campeonato Brasileiro de Skate Street Mirim do país. A Fadinha mostrou que não fez uma viagem de 2800km à toa e se tornou a primeira campeã brasileira do skate street mirim do Brasil.

Fadinha do Skate

Mas a garota ficou realmente conhecida poucos meses depois da competição, quando Tony Hawk, uma das lendas do skate, compartilhou um vídeo da Rayssa Leal fazendo uma manobra no skate vestida de fada.

O americano Tony Hawk postou um vídeo de Rayssa Leal com a legenda: “Eu não sei nada sobre isso, mas é incrível: um heelflip no estilo de conto de fadas no Brasil.”

A história ficou tão famosa que a menina participou de uma matéria do Esporte Espetacular (Globo) contando sua história com o skate, o programa ainda levou a menina para conhecer sua maior inspiração no esporte, a skatista brasileira Letícia Bufoni. Bufoni foi companheira de Rayssa na deleção brasileira dos jogos olímpicos, mas não conseguiu se classificar para as finais.

Conquistas no skate

Desde a repentina fama em 2015, Rayssa Leal já ganhou diversos prêmios na modalidade skate street pelo Brasil e pelo Mundo. O prêmio mais especial de Rayssa Leal até as olimpíadas, foi a conquista da Etapa de Los Angeles do Mundial de Skate Street em 2019, a menina com apenas 11 anos se tornou a atleta mais jovem a conquistar uma etapa do mundial. Em 2020, Rayssa também foi indicada ao Prêmio Laureus, considerado o Oscar do Esporte.

Rayssa conquista o título da etapa de Los Angeles do mundial de skate e Letícia Bufoni fica em segundo.

Olimpíadas

Depois de conquistar a vaga nas olimpíadas junto com Letícia Bufoni e Pâmela Rosa, Rayssa Leal foi uma das representantes do Brasil nas Olimpíadas. As brasileiras veteranas infelizmente não conseguiram avançar para a final do skate street feminino, mas Rayssa Leal, a mais jovem atleta da delegação brasileira, disputou as finais e conquistou a medalha de prata aos 13 anos.

Rayssa Leal

Rayssa Leal conquista medalha de prata nos jogos olímpicos de Tóquio.

Além da medalha olímpica, Rayssa Leal ainda conquistou o prêmio internacional “Valores Olímpicos”, o vencedor do prêmio recebe R$ 50 mil para ajuda alguma instituição social. título é dado por votação no site do Comitê Olímpico Internacional (COI). Rayssa foi a mais votada dentre os atletas que concorriam ao prêmio. A Fadinha concorreu contra a grande estrela internacional, a ginasta americana Simone Biles.

Agora que você conhece um pouco mais da história da Fadinha do skate. Aproveita pra conhecer a história de mais uma atleta brasileira que fez história em jogos olímpicos.

Leia também: Rafaela Silva: a história da judoca brasileira #Olimpiadas2021

Clique no banner abaixo pra conferir os acessórios de esportes disponíveis no site da Fut.

Cadastre seu e-mail e seja o primeiro a receber ofertas imperdíveis!

Preferências Selecione ao menos uma alternativa em cada coluna abaixo

Deixe seu comentário!