Como saber meu tipo de pisada? Mas existem tipos diferentes?

Pronada, supinada, neutra? O que é isso?

Se você também tem todas essas dúvidas, fique com a gente, leia o conteúdo e fique por dentro do assunto.

Quer saber qual o seu tipo de pisada? Continue com a gente que você vai descobrir!

 

Tipos de pisada

Os pés são a base do alinhamento e da sustentação do corpo. Por isso, pisar de maneira errada causa um desequilíbrio corporal.

Mesmo que cada um pise de forma diferenciada, existem três tipos básicos de pisada.

Eles se diferem, principalmente, em relação à região na qual o peso do corpo é descarregado, gerando compensações.

Os três tipos de pisada são:

Tipos de pisada mais comuns

Pronada

Tipo de pisada pronada

Ilustração: site Tênis para Corrida

A pisada pronada começa com o lado esquerdo do calcanhar e finaliza nas regiões próximas do dedão.

É o típico “pisar para dentro”. Quem tem a pisada pronada acaba descarregando todo o peso do corpo na borda interna ou medial do pé. Neste caso, a pessoa possui um arco plantar pequeno.

Essa pisada é mais comum em mulheres, pois serve como preparação para a gravidez.

Em casos extremos, a pronação pode acarretar desalinhamento dos tornozelos, joelhos e quadris.

Uma forma de impedir que o quadro piore a ponto de causar lesões é fazer o fortalecimento da região.

 

Neutra

Tipo de pisada neutra

Ilustração: site Tênis para Corrida

A pisada neutra é caracterizada por impulsionar a passada com toda a parte frontal do pé.

Ela acontece quando o pé atinge o solo de maneira uniforme, com o peso distribuído de maneira praticamente igual por toda a planta.

Para muitos ortopedistas, este é considerado o tipo mais correto de pisada, por favorecer a absorção do impacto pelo corpo sobre as articulações

 

Supinada

Como saber meu tipo de pisada supinada

Ilustração: site Tênis para Corrida

A pisada supinada é justamente o contrário da pronada.

Essa passada inicia o esforço no calcanhar e mantém o contato do pé com o solo do lado externo, terminando a pisada e se impulsionando na base do dedinho.

Geralmente, pessoas com o pé cavo realizam esse tipo de pisada.

Como nestes casos o peso do corpo do corredor fica nos dedos de fora, menores, a longo prazo podem surgir lesões principalmente nos joelhos, pés e costas. Por isso, é bom descobrir como saber meu tipo de pisada para prevenir ou tratar esses tipos de lesões.

Inicialmente, é mais comum ter bolhas, rachaduras e tendinites. Posteriormente, é perigoso acontecer lesões mais graves, como joanete e artrose.

 

Tipos de pés

Além de descobrir como saber meu tipo de pisada, é importante conhecer os diferentes tipos de pés, que acabam influenciando no tipo de pisada.

Conheça abaixo os três tipos de pés mais comuns:

Tipos de arcos do pé

Ilustração: blog Fit in Room

O Pé Normal é o tipo mais comum, onde o peso do corpo é distribuído de forma mais equilibrada. Seu arco (curva do pé) é médio

O Pé Plano também é conhecido como pé chato. Ele toca o chão quase que por inteiro e possui um formato reto.

O Pé Cavo é aquele que tem um arco (curva do pé) bem acentuado e curvado, onde a planta do pé quase não toca o chão.

Confira os tênis para caminhada, treino e corrida da Fut:

 

Como os joelhos influenciam na pisada

A disposição dos joelhos também influencia na pisada.

Essa importante articulação pode possuir alguns desvios, que são classificados de duas maneiras:

  • Joelho valgo, que consiste na aproximação das articulações e no afastamento dos pés, caracterizando as chamadas pernas para dentro;
  • Joelho varo, que representa o arqueamento das pernas, promovendo a projeção das articulações para fora e os pés para dentro.

Além do tipo de pé e da disposição dos joelhos, o ângulo formado pelo quadril e a flexibilidade de articulações, como as do tornozelo, são características anatômicas que, somadas ao equilíbrio dos músculos específicos de cada pessoa, fazem com que cada uma delas apresente um determinado tipo de pisada.

Portanto, é possível concluir que existe todo um sistema corporal que acaba caracterizando o nosso tipo de pisada, e não apenas o formato do pé.

Assim, é muito bom aprender também como saber meu tipo de pisada, apresentado logo a seguir, para ter uma noção de todo o processo que o corpo faz na hora do movimento.

 

Como saber meu tipo de pisada?

Agora que você já viu quais são os tipos de pisada, chegou a hora de descobrir como saber o seu tipo de pisada.

Separamos dois tipos de teste: os mais específicos e os mais simples.

Confira:

Testes mais específicos

Teste mais específico para saber o meu tipo de pisada

Imagem: YouTube Klayton Nojoza

A forma ideal de se examinar uma pisada é a avaliação biomecânica em laboratório com câmeras bi ou tri-dimensionais e marcadores refletivos em posições específicas.

Você também pode fazer testes com um fisioterapeuta especializado em baropodometria, que é a análise de marcha.

Algumas lojas especializadas em tênis também oferecerem avaliação baropodométrica, na qual uma esteira com sensor identifica qual é o seu tipo de pisada a partir do impacto do pé no equipamento.

 

Como saber meu tipo de pisada? Testes mais simples

Uma forma caseira, prática e simples é descobrir seu tipo de pisada pelo desgaste do tênis.

Pra isso, você precisa analisar o desgaste do solado daquele seu tênis ou sapato mais velho e usado.

De preferência, pegue algum calçado com solado reto. Assim, dá pra concluir que:

  • Desgaste uniforme: Pisada Neutra;
  • Desgaste na parte interna: Pisada Pronada;
  • Desgaste na parte externa: Pisada Supinada.

 

Caso você não tenha um tênis velho para saber qual é a sua pisada, um teste simples e caseiro também pode te ajudar. Veja como na imagem abaixo:

O teste do jornal ajuda como saber o meu tipo de pisada

Ilustração: blog By Marina

 

Lesões que o uso incorreto de tênis pode ocasionar

Como saber o meu tipo de pisada é fundamental para usar o tênis correto para treinar.

Isso é importante tanto para atletas de fim de semana ou que treinam um pouco mais leve, quanto para os de alta performance.

Os efeitos em não usar o tênis adequado vão desde lesões superficiais, como calos e bolhas, até lesões mais graves, como:

  • Lesões ósseas: fratura por estresse;
  • Problemas crônicos: tendinites canelites;
  • Deformidades ósseas: joanete e dedos em garra.

Por isso, é importante saber qual o seu tipo de pisada.

Se você é um atleta profissional ou amador, é mais importante ainda que reconheça o seu tipo de pisada para usar o modelo certo de tênis em suas práticas esportivas e, assim, evitar vícios posturais, lesões nos tornozelos, joelhos e até na coluna.

Tudo está relacionado ao apoio excessivo num ponto do pé, que, na verdade, deveria ser mais bem distribuído por todo o membro.

Uma pisada irregular é capaz de provocar certas patologias causadas pelo desgaste.

 

Como saber o meu tipo de pisada é bom para evitar lesões

Foto: site Uol

Um exemplo: quem tem o pé pronado possui a musculatura interna do membro inferior mais alongada e enfraquecida.

Esse fator pode causar desvios de patela (um osso da parte frontal do joelho) e instabilidades no tornozelo. Assim, “pronadores” tendem a sentir dor na parte interna do joelho, que pode estar desviado para dentro.

 

Já quem possui a pisada supinada tem outros problemas, como lesões constantes no tornozelo, tensão dos músculos logo abaixo do joelho e uma retração na fáscia plantar.

Isso tudo pode provocar dor, inflamação e desenvolver o esporão no osso do calcanhar.

 

Bom saber!

Bom saber sobre tipos de pisadas

Nenhuma pisada é melhor que outra para correr.

No entanto, é importante manter um trabalho de alongamento e fortalecer a musculatura da panturrilha e dos pés.

 

Como evitar ou tratar lesões

A primeira coisa a se fazer é procurar um ortopedista. Só ele pode dar o diagnóstico do seu tipo de pisada e fornecer as instruções necessárias para o tratamento.

O estudo biomecânico da corrida, disponível em algumas lojas de esporte e clínicas de medicina e reabilitação esportiva é um ótimo caminho na hora da examinação.

Nele, o atleta é filmado correndo e é possível analisar a pisada calculando ângulos ideais para um bom movimento.

Assim, o ortopedista descobrirá o seu tipo de pisada e indicará qual o melhor tratamento, que pode ser a fisioterapia, a confecção de palmilhas específicas e o uso de calçados ortopédicos que ajudarão a reduzir os desvios posturais causados pela forma do pé.

O surgimento de vícios posturais é um exemplo de consequência adquirida pela falta do uso correto de calçado.

O apoio errado pode abrir a porta não só para calos e bolhas, mas também joanetes e outros tipos de lesões crônicas. Sem contar o aparecimento de dores, principalmente, nas costas.

Como saber o meu tipo de pisada na hora de comprar o tênis

Foto: Fotolia

Para os que não querem gastar com consultas, o quê, desde já, deixamos claro ser um risco à saúde, os ortopedistas geralmente recomendam usar tênis neutros.

Esse tipo de tênis não interfere no desempenho ou prejudica o atleta, mas se for comprado para uma correção e a pisada não for aquela que o tênis diz corrigir, pode piorar a lesão.

É aconselhável que os praticantes de esporte escolham o calçado mais confortável possível para suas atividades físicas.

Normalmente, tênis muito confortáveis têm um preço mais alto. Porém, a aquisição de um tênis de qualidade não deve ser vista como um gasto, mas sim como um investimento para a sua saúde.

 

Qual o tênis ideal pro meu tipo de pisada?

Depois de aprender como saber meu tipo de pisada, lesões e como evitá-las, vamos conhecer agora o tênis certo para o tipo de pisada.

Escolhemos o vídeo abaixo para explicar um pouco mais sobre qual tênis é o melhor para sua atividade física.

Confira:

Na Fut, você encontra uma enorme variedade de tênis para treino, corrida e caminhada.

É só escolher o ideal para o seu tipo de pisada e partiu!

Esperamos que o conteúdo “Como saber meu tipo de pisada: pronada, neutra ou supinada?” tenha te ajudado a conhecer mais sobre o assunto e na escolha dos calçados corretos para o seu dia a dia e atividades físicas.

 

Veja também: Aprenda escolher o tênis certo para sua atividade física

Black Friday 2019 FutFanatics

Cadastre seu e-mail e seja o primeiro a receber ofertas imperdíveis!

Deixe seu comentário!